Ao se preparar para uma reunião ou apresentação importante, que exige foco e concentração, é comum que as pessoas pensem apenas em dominar os dados do projeto. É incomum que a alimentação esteja inserida nesse ritual de preparação.

 

 

No entanto, apostar nos alimentos certos podem ajudar a melhorar sua concentração. Uma alimentação saudável e equilibrada é essencial para alcançar a alta performance em todos os setores da sua vida. Proteínas, fibras, carboidratos e vitaminas compõem a base da nossa alimentação e devem ser ingeridas de forma adequada, trazendo energia e disposição.

 

 

Manter a concentração e o foco não são tarefas fáceis. Com o avanço da tecnologia e as redes sociais são muitas distrações em nosso dia a dia. Porém, os alimentos podem ser aliados importantes para aqueles momentos em que manter o foco é difícil. Confira-os na lista abaixo:

 

 

Água

Mais da metade do corpo humano é composta por água e estar bem hidratado é fundamental para a concentração. Afinal, a água está presente em, aproximadamente, 75% do volume cerebral.

Ao ingerimos pouca ou nenhuma quantidade de água ao longo do dia, acaba demandando mais energia do cérebro para reparar as funções que estão debilitadas pela desidratação. Prejudicando o desempenho das funções cognitivas.

 

 

A falta de água no corpo pode apresentar sintomas como cansaço mental, sonolência, fadiga, tontura e dor de cabeça, que as pessoas tendem a descartar como sinais da desidratação.

 

 

Peixes

Consumir peixe regularmente traz uma série de benefícios para a saúde. Peixes como atum e salmão são ricos em ômega 3, cálcio e fósforo, substâncias que protegem as células cerebrais e garantem seu bom funcionamento. Com isso, há um fortalecimento da memória e do processo de armazenamento de informações.

 

 

Além disso, a ingestão de peixe colabora para uma boa circulação sanguínea, diminui o colesterol ruim (LDL) e os triglicérides, garantindo que você se sinta mais disposto e tenha mais foco em suas atividades.

 

 

Beterraba

Rica em nitratos, a beterraba é outro alimento que contribui com a circulação sanguínea. Com ação vasodilatadora, o nitrato relaxa as paredes dos vasos sanguíneos e controla a pressão arterial, gerando um duplo efeito.

 

 

Primeiro, o sangue tem mais espaço para fluir, garantindo boa circulação. Segundo, melhora a oxigenação de todos os órgãos. Com isso, seu corpo funcionando bem, fica mais fácil ter disposição e concentração.

 

 

Frutas vermelhas

Frutas vermelhas são ricas em substâncias com efeito antioxidante, que ajudam a combater à ação dos radicais livres, retardando o envelhecimento do organismo.

 

 

Os antioxidantes melhoram a ação dos neurotransmissores e ajudam a manter a saúde do cérebro. Dessa forma, melhoram a memória e contribuem com diversos processos cognitivos, como a aprendizagem.Experimente colocar essas frutas em sua rotina.

 

 

Cereais integrais

Fontes de vitaminas do complexo B, os cereais integrais desempenham diversos papeis na função cerebral. Como, desenvolvimento cognitivo, manutenção da memória, humor e processo de formação de neurotransmissores. Além disso, elas fazem um importante papel neuroprotetor, prevenindo o declínio cognitivo.

 

 

Arroz integral, aveia e quinoa são exemplos de cereais integrais. Outro benefício desses alimentos é que por serem ricos em fibras promovem uma sensação de saciedade.

 

 

Brócolis

O brócolis contém magnésio, ácido fólico e vitamina K. Essas substâncias ajudam a melhorar a sua capacidade de memorizar, raciocinar e concentrar. Além disso, possui antioxidantes, importantes para a saúde cerebral.

 

Uma forma de preparar o vegetal sem que ele perca grande parte de seus nutrientes, é fazendo-o no vapor. O brócolis possibilita que você o use em diversas receitas, como tortas, omeletes e até mesmo como massa de pizza low carb.

 

 

Azeite

Outro alimento rico em antioxidantes é o azeite, contribuindo na proteção do cérebro e na boa circulação do sangue. Além disso, previne doenças cardiovasculares, pois diminui os níveis de colesterol ruim (LDL) e eleva o bom (HDL). Com essa dupla ação, este óleo vegetal auxilia para o bom funcionamento do sistema circulatório e saúde cerebral.

 

 

Para potencializar a sua concentração, consumir duas colheres de sopa por dia já são suficientes. Você pode utilizar o azeite para temperar a salada e preparar os legumes.

 

O corpo e a mente são essencialmente interligados, e a escolha de alimentos nutritivos não apenas sustenta nosso bem-estar físico, mas também fortalece nossa capacidade de concentração e foco. Escolher sua alimentação de forma mais consciente é fundamental para você alcançar a alta performance, especialmente nos momentos que seu cérebro exigir mais energia.

 

 


VEJA MAIS: Estratégias para melhorar sua Alta Performance vencendo a procrastinação e a preguiça.